Uma carta para o amor (série carta-terapia)

Uma carta para o amor serie carta terapiaEsta é uma carta terapêutica. Escrever para você tem sido como escrever para mim, não sei explicar como isto acontece, mas sinto que é o que precisa ser feito. Tenho algumas coisas para lhe dizer do que venho refletindo estes últimos dias. A primeira coisa é o fato de você me desconsertar em algumas situações, às vezes quando estou ao seu lado é como se não soubesse como me comportar, como uma criança que está na frente de seu mestre e não sabe como se portar para agradá-lo, isto é uma coisa muito estranha para mim, pois pouquíssimas pessoas conseguem fazer isto comigo. Penso que quando nos sentimos desconsertados diante de outra pessoa é porque existe algo que precisamos respeitar e aprender, que se trata de um ser humano que nos oferece a oportunidade de entrar em um espaço inexplorado e por isso surpreendente. É assim que me sinto em alguns momentos ao seu lado. Portanto, compreendo e reverencio à sua maneira de ser e de estar no mundo.

Outra coisa que gostaria de lhe dizer é que ao desfrutar os bons momentos de minha vida tenho pensado que gostaria de dividi-los com você: seja uma caminhada na praia quando as ondas deslizam suavemente sobre a areia, nos inspirando a seguir com calma o ritmo vida; seja quando saio com os amigos e desfruto de uma conversa leve que nos ajuda a misturar as descobertas das pesquisas com experiências de vida, cheias de afeto, confusão, desejos e necessidades, mas acima de tudo fraternidade; seja ainda quando vejo um bom filme, ouço uma boa música, vejo as estrelas no céu, o sol despontando no horizonte, etc. Acho que isto é amor, querer dividir com quem amamos tudo de bom e belo que somos capazes de perceber e desfrutar das dádivas que Deus nos concede todos os dias de nossas vidas. Quando sentir isto por alguém é um sinal de que pode estar amando. Pois o amor é simples como a vida, acontece todo dia.

Espero que estas divagações lhe façam bem, são apenas partilhas sobre sentimentos, pensamento e experiências. São espaços em que me dou ao direito de olhar e sentir a vida como ela é: cheia de maravilhosas surpresas, multifacetada de alegrias e dores, encontros e desencontros, luz e escuridão, medo e desejo. Não se preocupe comigo, pois estou muito bem, com certeza hoje vivo o melhor momento de minha vida, pois me sinto cada vez mais livre para ser o que sou, sem medo de contrariar ninguém, sem medo de admitir do que gosto e do que não gosto. Com a coragem de dizer eu te amo sem precisar explicar o por que.

Lhe faço algumas recomendações que aprendi em minha caminhada: curta a sua vida, esteja ao lado de quem você se sente feliz, aprenda com o que lhe acontece, se apaixone pelas pessoas e ofereça a elas o que tem de melhor, seja acima de qualquer coisa você, pois é isso o que você merece e que o Deus espera que faça. E principalmente: confie, mesmo que lhe enganem, mesmo que não lhe respeitem, mesmo que lhe ignorem. Plante sementes e adube o solo de sua vida para colher bons frutos, jamais meça o seu plantio pelo plantio dos outros, pois cada um responde apenas pelos seus atos. Cultive sua beleza diariamente ao se encantar pela vida em todas as suas expressões.

Com amor cheio de carinho,