Amante e/ou companheiro(a)? Escolha

Amante ou companheiroEncontrar uma companhia pra dividir a vida é o desejo de muito dos meus amigos. Percebo que este desejo acaba sendo fonte de muito sofrimento, mágoas, frustração e até mesmo violência. Toda esta dor poderia ser evitada se realmente tivéssemos clareza sobre o que realmente desejamos. É preciso esclarecer o que priorizamos em uma pessoa para viver conosco: o corpo? a mente? a posição social? a situação financeira? os princípios? a generosidade? a sensualidade? a sabedoria? espiritualidade? Isto precisa ser feito sem censuras ou julgamentos, pois as necessidades individuais são íntimas e intransferíveis. Se a intelectualidade de meu parceiro(a) é essencial com certeza não estarei feliz ao lado de alguém que não priorizou isto em sua vida, e isto se aplica a qualquer característica que admiro em uma pessoa. Contudo, é preciso ter cuidado para não querer demais, pois a perfeição humana é um objetivo que ainda não alcançamos.

Ao invés de refletirmos sobre nossos valores e definirmos quais as qualidades que uma pessoa precisa ter para acolhermos em nossa vida, movidos quase sempre por nossas carências, nos entregamos a experiências afetivas guiados exclusivamente por nosso instinto sexual, assim como faz a maioria dos animais. Agindo assim até encontraremos bons amantes mas, muito dificilmente bons companheiros. As desilusões amorosas resultam da nossa incompetência afetiva, nosso pouco autoconhecimento, nossas fantasias romanceadas.

Para encontrar um companheiro(a) é preciso antes de tudo autoconhecimento para saber quem somos e o que nos faz feliz. Por mais estranho que pareça a maioria das pessoas que conheço estão completamente alienadas de si, perseguem o modelo de relação afetiva dos romances e telenovelas: cheio de conflitos, tesão e muita confusão. O companheirismo implica justamente o contrário: paz, harmonia e muita cumplicidade. Não existe certo ou errado quanto ao que queremos, mas para ser feliz é preciso descobrir como.

O que realmente você deseja: Um(a) companheiro(a) ou/e um(a) amante? Quando souber encontrará o que procura. Neste caminho também cometi erros e sofri, me relacionei com amigos quando queria amantes e com amantes quando queria amigos, no sofrimento escutei meu silêncio e encontrei as respostas que procurava. Hoje desfruto de uma relação cheia de companheirismo e prazer, mas também de limites e respeito. Meu desejo hoje é que você descubra o que procura. Nosso desejo é lhe ajudar.